Notícias

Fazenda assina Memorando de Entendimento com o Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura

Documento deve facilitar acesso brasileiro a financiamentos que podem ser utilizados na reconstrução do Rio Grande do Sul

Representado por sua secretária de Assuntos Internacionais, embaixadora Tatiana Rosito, o Ministério da Fazenda assinou nesta sexta-feira (7/6) um Memorando de Entendimento (MoU, na sigla em inglês) com o Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura (AIIB, em inglês), sediado em Pequim. A assinatura do Memorando fez parte da agenda da delegação brasileira ‒ chefiada pelo vice-presidente da República, Geraldo Alckmin ‒ por ocasião da 7ª Reunião da Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação (Cosban).

O intuito do documento é facilitar a colaboração em projetos e programas que visam fornecer apoio emergencial ao Brasil para responder aos danos recentes causados por inundações, levando também em consideração as necessidades de médio e longo prazo para reconstrução e infraestrutura resiliente. O AIIB ofertou ao Brasil até USD 1 bilhão, incluindo linha emergencial e de reconstrução, sujeitas à submissão de projetos específicos pelo Brasil e aos trâmites previstos na legislação doméstica.

Espera-se que o Brasil possa acessar recursos do Banco para a reconstrução da infraestrutura gaúcha sob o conceito de “build back better”.

Além de recursos, o Brasil também espera contar com a experiência e auxílio técnico do Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura em processos de reconstrução, como os ocorridos na China, Paquistão e Índia, e que tiveram a participação da instituição.

A proposta de cooperação também deve facilitar o trabalho conjunto entre o AIIB e outras instituições financeiras de desenvolvimento nacionais e internacionais que operam no Brasil sob programas e plataformas coordenadas.

voltar

Links Úteis

Indicadores diários

CompraVenda
Dólar Americano/Real Brasileiro5.3815.3823
Euro/Real Brasileiro5.83595.8439
Atualizado em: 12/06/2024 13:27

Indicadores de inflação

03/202304/202405/2024
IGP-DI-0,30%0,72%
IGP-M-0,47%0,31%0,89%
INCC-DI0,28%0,52%
INPC (IBGE)0,19%0,37%
IPC (FIPE)0,26%0,33%0,09%
IPC (FGV)0,10%0,42%
IPCA (IBGE)0,16%0,38%
IPCA-E (IBGE)0,36%0,21%0,44%
IVAR (FGV)1,06%1,40%